Skip to content

Vermelho – Amarelo – Verde

22/02/2011

Mesmo que fosse republicano, nunca exporia a bandeira da república portuguesa no escritório. Por dois motivos:

1.º) Estético – As cores não ligam (veja-se que até no futebol representam segregação [SCP e SLB]);

2.º) Histórico – A bandeira da república, com uns escassos 100 anos, imposta à força pela I república, transpõe as cores sectárias da carbonária francesa muito próximas daquilo que hoje se chamaria de uma esquerda (bastante) extremista. Daí não serem por mero acaso as similitudes com as bandeias da maior parte das repúblicas marxistas e estalinistas dos PALOPS. O vermelho e o amarelo estão em todas e o verde abunda.

Para nosso bem, a real e verdadeira bandeira de Portugal, a bandeira dos Açores e a de Cabo Verde serão sempre fiéis à História e mantêm-se azuis e brancas. Reponham-se as corres correctas de Portugal desde 1143, mesmo que sem a Coroa Real!

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: