Skip to content

24/03/2010
by

 «O colete-de-forças José Sócrates apresentou um PEC que é um verdadeiro castigo, e ainda por cima inútil. A crise que corrói a Grécia tem revelado a esquizofrenia em que se tornou o euro. Desde o seu início, no princípio do novo século, sabia-se que o euro era um projecto arriscado. Ao contrário dos EUA, não havia entre os países da Europa nem mobilidade perfeita das pessoas nem a mesma língua ou o mesmo sistema legal. Além disso, em quase todos os países da Europa os mercados de trabalho são complexos e nada flexíveis. Este conjunto de circunstâncias dava, e ainda dá, uma enorme “rigidez microeconómica” aos países, que não existe na América. Contudo, os europeus construíram o euro com regras do deficit e da dívida pública que acrescentaram à rigidez “micro” uma enorme rigidez macroeconómica, tornando o euro num verdadeiro colete-de–forças. Para convencer os alemães a abandonarem o sacrossanto marco, franceses, italianos e todos os outros aceitaram este impensável garrote sobre as suas economias, e o projecto avançou. Com o passar dos anos, duas realidades se verificaram: a disciplina financeira dos Estados, que supostamente o euro iria garantir, nunca se conseguiu, nem sequer na Alemanha ou em França. Além disso, a maioria dos governos nacionais tinha terríveis dificuldades em ser reeleita, tornando o euro um cemitério de governos. Quando a crise violenta chegou, em meados de 2008, todos os deficits explodiram, e o euro não protegeu ninguém contra uma dolorosa recessão. Pior: num acesso puro de irrealismo, o euro impõe ainda mais sacrifícios, como se vê pelo PEC português. Para satisfazer os alemães, os países mais frágeis, quer tenham sido irresponsáveis, como a Grécia, ou não tenham sido, como Portugal ou Espanha, irão ser obrigados a uma austeridade violenta, sob uma constante ameaça de expulsão ditada pelos alemães. A esquizofrenia é cada vez maior. Em vez de reconhecerem, todos, que as regras do euro são absurdas e que é necessário torná-las mais flexíveis, os europeus continuam alegremente a marchar a caminho do abismo.O terrível egoísmo da Srª Merkel já obrigou a Irlanda a absurdos “cortes”, já humilhou violentamente a Grécia, e faz uma pressão contínua sobre Portugal e Espanha. Sócrates cedeu e apresentou um PEC que é um verdadeiro castigo, e ainda por cima inútil. A descida do deficit não garante nem a recuperação económica do país, que não irá acontecer; nem a sobrevivência política de Sócrates; nem que os alemães não nos escorracem, quando lhes apetecer, para fora do euro. Vamos, todos, a caminho do matadouro».

Domingos Amaral, in Correio da Manhã

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Jorge Paulo permalink
    24/03/2010 11:50

    Modestia à parte isto que D Amaral escreveu no CM, e outros escrevem noutros locais, ando eu aqui a postar no Blasfemias há meses. A irresponsabilidade da generalidade dos politicos, Presidente da Républica incluido, que deviam por os Portugueses ao corrente do que lhes pode vir a acontecer, e só falam num 2013 cor de rosa, deixa-me verdadeiramente preocupado. A destruição de milheres de empresas e a consequente perda de postos de trabalho, só está a preocupar os politicos do lado da despesa, uma vez que teem que arranjar dinheiro para os magros subsidios de desemprego, em vez de os preocupar do lado da receita, isto é o que é que se pode e deve fazer para dinamizar esta moribunda economia.
    Os socialistasm manifestamente não estão à altura da situação. Só quem não estiver bom da cabeça, é que pode pensar que alguem como o Sócrates, ou o seu mediocre ministro das finanças podem tirar Portugal deste buraco.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: